quarta-feira, 23 de maio de 2018

EDIÇÃO EM LIVRO ÚNICO DE BALCÃO TRAUMA – REDUX DE ÁLVARO A SER LANÇADO NO XIV FESTIVAL DE BD DE BEJA

EDIÇÃO EM LIVRO ÚNICO DE 
BALCÃO TRAUMA – REDUX 
DE ÁLVARO 
A SER LANÇADO 

NO XIV FESTIVAL DE BD DE BEJA


A ideia para uma banda desenhada passada nas urgências de um hospital surgiu por volta de 2006 quando estava a terminar "Sexo, Mentiras e Fotocópias". A personagem principal daquela obra maior depois de ter arrancado à dentada uns sinais de trânsito e tentado agredir uma funcionária de um centro de cópias com os respectivos sinais de trânsito, tinha sido arrastada no final da história para uma ambulância. E daí decidi continuar a coisa nos mesmos moldes num livro com mais páginas e com umas inovações aqui e ali. Inicialmente como, a avaliar pelos esboços, esta sequela iria ter umas 250 páginas foi-me sugerido dividir esta obra ainda maior em vários volumes.

Olhei para a planificação e vi que dava para partir a BD em duas, obtendo um final em aberto para o primeiro volume. Para o início do segundo volume acrescentei umas páginas extra no início para situar e resumir a história até ali. Estas páginas extra não foram incluídas nesta presente edição para voltar ao propósito inicial que consistia numa história de argumento dinâmico sem paragens do início ao fim.

Balcão Trauma é, ou tentou ser, uma BD onde os limites entre a realidade e a caricatura se desvanecem.

Tentou ou conseguiu.

Hoje já não sei...

Convém o leitor ter em mente que as páginas deste livro foram pensadas e executadas entre 2006 e 2015, numa altura em que os cartunistas e os humoristas estavam convencidos que os lugares de liderança mais importantes neste planeta só eram ocupados por criaturas grotescas em filmes de ficção científica de muito baixo orçamento.

Álvaro






Capas dos dois volumes na primeira edição...

______________________________________________________________

 
Locations of visitors to this page