terça-feira, 7 de maio de 2019

WORLD PRESS CARTOON 2019 - OS VENCEDORES



WORLD PRESS CARTOON 2019
71 novos autores, 900 caricaturas, 
e “demasiado Donald Trump” nesta edição 

Javier Carbajo e Sara Rojo venceram no sábado passado (4 de Maio) o World Press Cartoon com uma caricatura do presidente da Síria, Bashar al-Assad, numa edição em que a Espanha arrecadou a maioria dos prémios entregues nas Caldas da Rainha.

A dupla espanhola Javier Carbajo e Sara Rojo venceu o grande prémio da 14ª edição do ‘World Press Cartoon’ (WPC), cuja cerimónia teve lugar este sábado, no CCC - Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha. Os dois cartonistas venceram com uma caricatura do presidente sírio Bashar al-Assad, publicado no jornal espanhol ABC, em Abril de 2018. O desenho foi igualmente distinguido com o primeiro lugar na categoria Caricatura.

Espanha arrecadou três prémios e as restantes obras vencedoras vieram do Brasil, Bulgária, Cuba, França, México e Turquia. Portugal também integrou o grupo de premiados com o ilustrador André Carrilho a ser distinguido com o segundo lugar na categoria de Desenho de Humor, segundo revelou a organização.

Numa edição marcada por palavras de apreensão em relação “à falta de sentido crítico” nos media e “de atentados à liberdade de expressão um pouco por todo o mundo”, o “cartoon é como um foco nos temas pertinentes”, afirmou na cerimónia António José Teixeira, director-adjunto de informação da RTP.

Caldas da Rainha é a casa do ‘World Press Cartoon’ desde 2017, certame que todos os anos selecciona e premeia os melhores cartoons publicados nos jornais e revistas de todo o mundo. E o responsável pelo evento, o cartoonista António, espera que aqui [nas Caldas] “se mantenha por muitos e bons anos” devido “passado relevante ligado à caricatura” e também porque “foram bem recebidos”. Para Vítor Marques, presidente da Culturcaldas – entidade gestora do CCC –, “este evento está no sítio certo, tem tudo a ver com a nossa história e a nossa cultura”. Neste âmbito, a vereadora da Cultura da edilidade caldense, Maria da Conceição Jardim Pereira, falou mesmo da hipótese de vir a ser criado um espaço dedicado à caricatura, somando-se a todos os espaços culturais e museológicos já existentes na cidade. Segundo a autarca, o WPC “reforça a ideia das Caldas da Rainha como polo artístico, cumprindo ainda outro legado muito ligado à cidade: a luta pela liberdade”, numa referência ao “16 de Março de 1974”.

Os trabalhos premiados integram uma exposição, inaugurada no mesmo dia, e que pode ser visitada até 28 de Julho. As entradas são livres e o catálogo está à venda no local. A mostra é composta por 279 caricaturas, cartoons editoriais e desenhos de humor que fazem a história de todo um ano, olhares de diferentes culturas, obras em que os cartoonistas retratam e criticam o andar do mundo com a acutilância do sorriso. Estão representadas 147 publicações de 49 países.



O júri: António Antunes, o argentino Óscar Grillo, o português Manuel Peres, o brasileiro Cássio Loredano e a catalã Maria Picassó.

"Bashar al Assad" - o grande vencedor desta edição, foi originalmente publicado no jornal espanhol ABC, em abril de 2018, e resulta de uma parceria entre os ilustradores espanhóis Javier Carbajo e Sara Rojo, que com esta vitória arrecadam também um prémio monetário no valor de 10 mil euros.

2.º prémio à obra “Angela Merkel”, de outro espanhol, Joaquín Aldeguer, publicado na revista El Jueves.

3º prémio - Cau Gomes (Brasil)





Sem comentários:

Publicar um comentário

 
Locations of visitors to this page