segunda-feira, 31 de outubro de 2016

PROGRAMA DO 389º ENCONTRO DA TERTÚLIA BD DE LISBOA – 1 DE NOVEMBRO 2016

PROGRAMA 
DO 389º ENCONTRO DA TERTÚLIA BD DE LISBOA
1 DE NOVEMBRO 2016 

HOMENAGEADO
NELSON DONA

CONVIDADO ESPECIAL
MIGUEL PERES





Nelson Dona nasceu em Lisboa em 1970. Estudou em Lisboa, na Escola António Arroio e na Faculdade de Arquitectura. É pós-graduado em Gestão Cultural e membro da Associação de Gestão Cultural Portuguesa.

É Director do AmadoraBD – Festival Internacional de Banda Desenhada desde 1999, trabalhando na Câmara Municipal da Amadora desde 1987.

O AmadoraBD – Festival Internacional de Banda Desenhada é o maior acontecimento dedicado à banda desenhada em Portugal e que marca todos os anos o calendário nacional desta actividade, sendo também um dos maiores eventos na Europa dedicados à dita ”nona arte”.

Em Portugal, Nelson Dona trabalha também na produção e organização de exposições de Artes Visuais e Fotografia, no Festival de Poesia Visual, Encontros de Performance, na Bienal de Escultura de Ar Livre e na Bienal de Gravação. Foi consultor da Expo 98 – Exposição Universal de Lisboa para o musical “O Rapaz de Papel” durante o Festival dos 100 Dias.

Organizou ou foi curador de uma série de exposições e participações de diversos autores em eventos de banda desenhada em todo o mundo, como Angoulême, Audincourt e Paris (França), Bruxelas (Bélgica), Lodz (Polónia), Nápoles (Itália), Piracicaba e Recife (Brasil) e Hong Kong, Macau e Shangai (China). Como autor participou nos Meetings de Arte, de Córdova e Lagos.

Nelson Dona fez também parte de júris internacionais nos Festivais de Bolonha, Espinho, Lausana e Piracicaba.
_____________________________________________

Miguel Peres, setubalense genuíno desde 1987 e alfacinha falsificado desde 2011.

Em criança lia “banha desenhada”, hoje tenta escrevê-la sem erros e muita imaginação. Nas estantes de casa, heróis como Astérix, Lucky Luke ou Tintin iam inspirando e criando o gosto pela banda desenhada. Hoje, nomes como Jeff Lemire, Grant Morrison ou Simon Spurrier são enormes influências no seu trabalho.

Em 2010, decidiu deixar-se levar pela paixão de escrever e inscreveu-se no workshop “Argumento para BD” de André Oliveira, argumentista que considera seu mentor e que o ensinou praticamente tudo o que sabe sobre esta arte.

Em 2011, juntou-se a André Oliveira e Fil como co-editor da antologia “Zona BD”, um projeto que aposta em jovens autores portugueses e brasileiros. A partir daí teve várias colaborações com desenhadores como Luís Figueiredo (Shutter na Zona Gráfica 3 e Desenhar Direito por Linhas Tortas na Zona Desenha), Miguel Mendonça (O que nos divide), Filipe Coelho (O Desejado vs. Cavalum, 2º Lugar no Portusaki).

Em 2012, lançou o seu primeiro álbum de BD Cinzas da Revolta, das Edições ASA, com desenhos de João Amaral. O livro levou-o a ser um dos nomeados para Melhor Argumentista do Ano na 1ª Edição dos Prémios Profissionais de BD em 2013 e a obra vai ser alvo de análise para o projeto europeu MEMOIRS – Children of Empires and European Postmemories em 2017.

Em 2016 criou a chancela editorial Bicho Carpinteiro com o argumentista português e amigo de longa data André Morgado, lançando o seu segundo álbum de BD Cemitério dos Sonhos com desenhos dos brasileiros Rodrigo Martins dos Santos, Marília Feldhues, Rômulo de Oliveira e Cinthia Fujii. Todo este tempo é dividido com o seu trabalho como criador de conteúdos e locutor da edpON Rádio, rádio corporativa da EDP, mas está sempre irrequieto a escrever novos projetos.

  ________________________________________________________

 
Locations of visitors to this page