sábado, 3 de julho de 2010

BDpress #135: NOVA ROUPAGEM PARA A WONDER WOMAN + FINAL DE JÚLIA KENDALL (AS AVENTURAS DE UMA CRIMÓNOLOGA) NA MYTHOS?

01.07.2010 – Público

MULHER-MARAVILHA MUDA DE ROUPA AOS 69 ANOS

Novo argumentista quis trazer personagem para o século XXI

A personagem de banda desenhada Mulher-Maravilha virou o armário do avesso e aparece com um novo visual para marcar o lançamento do número 600 da serie de livros de quadradinhos que protagoniza desde o início da década de 1940.


A super heroína deixou para trás o “body” de riscas e estrelas que fazia lembrar um fato de banho – inspirado na bandeira norte-americana – mais as botas altas vermelhas de cano alto, para se enfiar num fato justo moderno que inclui umas leggings azuis escuras, um blusão curto sobre um top vermelho e uns sapatos rasos mais práticos para quem anda a combater o crime.

A acompanhar esta mudança de visual, a personagem passa também por algumas mudanças na sua história, revelou a DC Comics, editora dos livros.

Este novo rumo da Mulher-Maravilha – ou Diana Prince, quando não está a combater os vilões – foi entregue nas mãos do argumentista J. Michael Starczynski, o qual sublinhou – numa entrevista ao New York Times – que estava na hora de trazer a icónica personagem para o século XXI.

“Ela tem estado presa naquele mesmo visual desde que apareceu, em 1941. Que mulher usa apenas uma roupa em mais de 60 anos?”, brincou o escritor, que criou a famosa série televisiva de ficção científica “Babylon 5” e foi o argumentista de serviço do filme “A Troca” (de 2008, realizado por Clint Eastwood, com Angelina Jolie no papel principal).

Redesenhar o visual da Mulher-Maravilha foi, por isso, uma prioridade e o objectivo era claro: “Queria torná-la mais dura e dar-lhe, ao mesmo tempo, uma sensibilidade moderna”. Para a DC Comics esta é a “primeira grande mudança na aparência [da Mulher-Maravilha] desde que o personagem foi criado”. Mas não é a primeira vez que se fazem ajustes ao guarda-roupa de Wonder Woman.

Em 1942, quando se estreia na capa de uma revista da DC, a personagem tem vestida uma saia azul com as estrelas dos EUA. Só mais tarde adoptou o "fato de banho”, que celebrizou a actriz Lynda Carter, na série televisiva dos anos 1970.

Porém, para a Mulher-Maravilha, a roupa está longe de ser a principal arma. Ela tem força, reflexos e velocidade sobre-humanas, vários poderes mágicos e a famosa capacidade para desviar balas com as pulseiras. E Diana Prince também consegue trocar as roupas civis pelas de super-heroína por magia e em escassos segundos.
_______________________________________________________________________
 
A MYTHOS DEIXA DE PUBLICAR JÚLIA KENDALL ?

José Carlos Francisco, representante da Mythos em Portugal, divulgou ontem, dia 2 de Julho um comunicado de Dorival Vitor Lopes, o director daquela editora brasileira. Passadas algumas horas, surge nova mensagem de Zé Cralos Francisco a dar conta de um novo comunicado de Dorival. Afinal, Júlia Kendall, a personagem criada por Giancarlo Berardi (arg.) e Luca Vannini (des.), com cara (e corpo) de Audrey Hepburn, vai continuar nas bancas?
_______________________________________________________________________

Comunicamos com muita tristeza que deviado às baixas vendas e aos altos custos redacionais e gráficos a revista Aventuras de uma Criminóloga (Júlia) deixará de ser publicada. A última edição será a nr. 67, junho de 2010.

Dorival Vitor Lopes
Mythos Editora
_______________________________________________________________________

Amigos, Júlia terá uma nova (pequena) oportunidade... mas atendendo a que há muito dá prejuízo à Mythos creio sinceramente que seja o último suspiro, mas pode ser que não, até porque o Dorival gosta muita da personagem... não sei ainda como, mas se algum de vós tiver como ajudar, divulgando um pouco mais a Júlia, agradeço imenso, tal como obviamente o Dorival, mesmo sabendo que o mercado português conta muito pouco para a decisão final, até porque as revistas chegam cá com 6 meses de atraso...

Abraços e obrigado.
Zé Carlos
_______________________________________________________________________

Como esperado, o anúncio causou grande clamor entre os leitores e ontem mesmo já recebi umas dez msgs de desespero e súplicas para que Júlia continue. Como essas manifestações devem continuar e aumentar, resolvemos fazer mais 4 edições e novamente analisar o quadro de vendas. Então, iremos até o nr. 71, pelo menos.


Claro que contamos com a divulgação dessas edições de todas as formas possíveis e que os leitores também se manifestem indo à banca de jornal.

Muito obrigado por seu constante apoio a Júlia e a todas as publicações Bonelli.


Um abraço,
Dorival
_______________________________________________________________________
 
E como, pessoalmente, acho que "Julia Kendall" é a uma das melhores séries editadas pela Mythos, aqui ficam algumas imagens:


______________________________________________________________

O BDjornal #25 VAI ESTAR À VENDA NAS LOJAS FNAC !!!
______________________________________________________________
 
Locations of visitors to this page