quarta-feira, 1 de agosto de 2012

BDpress #361: ESTREIA AMANHÃ EM PORTUGAL “BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS REGRESSA” – MAS DESTA VEZ O BATMAN PARECE CARREGAR UMA MALDIÇÃO QUALQUER...



ESTREIA AMANHÃ EM PORTUGAL
“BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS REGRESSA”
MAS DESTA VEZ O BATMAN PARECE CARREGAR UMA MALDIÇÃO QUALQUER...

Esperemos que não aconteça nada em Portugal na estreia de “Batman – O Cavaleiro das Trevas Regresa”, mas a questão é que, depois do que aconteceu no cinema de Aurora, no Colorado, seguiu-se um incêncio numa sala do México e, culmulo dos cumulos, o novo livro do Batman foi suspenso porque tinha uma cena de uma professora a apontar uma pistola aos alunos... A tudo isto juntamos (nesta época de crise financeira e económica), as despesas que seriam precisas para “sustentar” um Batman.

Vejamos as últimas notícias:

PROFESSORA DE PISTOLA FAZ ADIAR LANÇAMENTO DE BD DO BATMAN 

LANÇAMENTO DO PRÓXIMO LIVRO DA SAGA BATMAN É ADIADO POR CONTER CENAS CONSIDERADAS OFENSIVAS PARA AS VÍTIMAS O MASSACRE NO COLORADO. 

Mariana Corrêa Nunes (www.expresso.pt) 

26 de julho de 2012 

A DC Comics adiou, por um mês, o lançamento do mais recente livro de banda desenhada da saga Batman por ter conteúdo que "pode ser tido como insensível", depois do massacre no cinema de Aurora, no Colorado.

O "Batman Incorporated #3" deveria ter sido lançado quarta-feira, dia 25.

Em causa está uma cena do livro em que surge uma professora a apontar uma pistola, numa sala de aula cheia de alunos [talvez relembrando a cena do filme La journée de la jupe, de 2010, em que Isabelle Adjani (a professora) aponta uma arma aos alunos], bem como muitas outras referências a violência e ao uso de armas.

De acordo com o site americano "TMZ", a DC Comics terá enviado um email aos vendedores para que não comercializassem o livro até ao dia 22 de agosto.

No email a que a "TMZ" teve acesso, pode-se ler: "Por respeito às vítimas de Aurora, no Colorado, e às suas famílias, a DC Entertainment [detentora da DC Comics] decidiu adiar o lançamento do 'Batman Incorporated #3' por um mês, porque o livro tem conteúdo que pode ser entendido como insensível à luz dos recentes acontecimentos".

Massacre não prejudica sucesso do filme

No próprio dia do massacre, várias cadeias de televisão decidiram interromper a transmissão dos trailers publicitários ao filme "Batman: O Cavaleiro das Trevas Renasce", para evitar ferir sensibilidades durante a cobertura das notícias sobre o caso, que invadiram os jornais de todo o mundo. A decisão foi apoiada pelos estúdios da Warner Brothers, segundo o que disse fonte do estúdio ao site "Deadline".

As vendas de bilhetes, contudo, não foram afectadas, revelando-se um enorme sucesso. Nos Estados Unidos, o filme já rendeu 57 mil dólares (46 419 euros) e no resto mundo 75 mil dólares (61 076 euros).




Isabelle Adjani em  La journée de la jupe também aponta uma arma aos alunos...

____________________________________________________

 Evacuação dos espectadores no cinema de Guadalajara

NA ANTE-ESTREIA DE
BATMAN - O CAVALEIRO REGRESSA 
INCÊNDIO EM CINEMA DO MÉXICO 
OBRIGA À RETIRADA DE OITOCENTAS PESSOAS 

27 Julho 2012 

Segundo os bombeiros, este incidente que ocorreu quando estas pessoas assistiam à ante-estreia do último filme da trilogia Batman não provocou vítimas.

Um incêndio num complexo de cinemas em Guadalajara, no México, obrigou a retirada de 800 espectadores que assistiam à ante-estreia do filme "Batman - O Cavaleiro das Trevas Renasce".

O incidente, que não fez vítimas, ocorreu na noite de quinta para sexta-feira, indicaram os bombeiros, que explicaram que a evacuação da sala foi feita sem incidentes e de forma calma.

De acordo com testemunhas, citados pela comunicação social local, os espectadores que se encontravam na sala não reagiram de imediato ao alarme de incêndio, porque pensavam que o efeito fazia parte do último filme da trilogia de Batman.

Há uma semana atrás, um homem matou a tiro 12 pessoas e feriu outras 58 durante a estreia deste filme num complexo de cinemas de Aurora, arredores de Denver, nos EUA.

Após este incidente e outros relacionados com a estreia deste filme, alguns países cancelaram a estreia da película realizada por Christopher Nolan e muitos reforçaram a segurança nos cinemas que exibem o filme.


____________________________________________________


HOMENS VESTIDOS DE BATMAN ASSALTAM CINEMAS NO MÉXICO 

Jornal do Brasil – Terra 

31 julho 2012 

Disfarçados com máscaras do Batman, homens armados assaltaram dois cinemas em Ciudad Juárez, no estado mexicano de Chihuahua, nesta segunda-feira, segundo informações do jornal El Diario de Juárez. Não há informações se os criminosos se inspiraram no massacre que resultou na morte de 12 pessoas em Aurora, no estado americano do Colorado, no último dia 20, durante exibição do novo filme Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

No primeiro ataque, registrado por volta da meia-noite local, no Cinema Cinépolis, ao menos três homens com máscaras do herói renderam os funcionários da bilheteria com armas e levaram 150 mil pesos mexicanos (cerca de R$ 14.000 – ou cerca de € 7.000).

Meia hora depois, dois homens, também mascarados e provavelmente da mesma quadrilha, invadiram o Cinemex, onde agrediram o gerante com socos e roubaram 90 mil pesos. Os criminosos seguem foragidos.
 
____________________________________________________

O novíssimo Joker

JAMES HOLMES REGRESSOU AO TRIBUNAL PARA SEGUNDA AUDIÊNCIA 
Suspeito pelo ataque no Colorado enfrenta 24 acusações de homicídio 

30.07.2012 PÚBLICO 

Numa audiência sem câmaras ou gravações, James Holmes, o alegado autor do massacre numa sala de cinema no Colorado, foi formalmente acusado de 142 crimes, incluindo 24 acusações de homicídio.

Na segunda vez que foi levado a tribunal, o ex-estudante de neurociências, de 24 anos, ficou a conhecer a acusação formal pela qual será julgado: 24 crimes de homicídio, 116 tentativas de homicídio, uma acusação por posse de explosivos e outra por prática de crime violento.

No ataque de há dez dias, durante a sessão de estreia do último filme da série “Batman”, morreram 12 pessoas, mas por cada uma das mortes Holmes enfrenta duas acusações, uma por homicídio voluntário com premeditação e outra por homicídio cometido com extrema indiferença. Por decidir está ainda a possibilidade de a acusação pedir a pena de morte, que foi aplicada uma vez neste estado desde a sua reintrodução, em 1976.

Os procuradores adiantam que só daqui a várias semanas será tomada uma decisão sobre um eventual pedido de condenação à pena capital. No ataque ao cinema do Colorado, a 20 de Julho, ficaram também feridas 58 pessoas e dez estão ainda hospitalizadas, quatro em estado grave.

Holmes tinha sido levado a tribunal na semana passada. De cabelo pintado de cor-de-laranja e roupa da prisão, manteve-se em silêncio durante a audiência. Tinha desistido recentemente de um programa de doutoramento em neurociências, sabe-se que chegou a enviar ao psiquiatra que o acompanhava na Universidade do Colorado desenhos sobre um alegado ataque.

Após o ataque, a polícia descobriu que o apartamento em que Holmes vivia estava armadilhado com explosivos. Ao contrário do que aconteceu na primeira audiência, e a pedido da defesa, desta vez o juiz William Sylvester não autorizou câmaras de filmar ou gravadores dentro da sala do tribunal.


____________________________________________________


SE O BATMAN FOSSE REAL, QUANTO CUSTARIA? 

31/07/2012 Dinheiro Vivo 

Trazer a personagem da banda desenhada para este mundo não seria nada barato. Segundo o Moneysupermarket, o estilo de vida do Batman custaria 682 milhões de dólares, qualquer coisa como 555 milhões de euros. No valor incluem-se os carros de alta tecnologia, os gadgets e o treino diário que um super-herói requer, como relata o Mashable.

O site detalha cada um dos gastos que seriam necessários para construir o império do Batman, e a conclusão é apenas uma: o Batman não está ao alcance de qualquer um.

Conheça os gastos da personagem 

Só a coleção de carros toca os 65 milhões de euros. E aqui, o Batmobile é o mais caro: 14,6 milhões de euros que serviriam para o equipar com a mais elevada tecnologia, armas na dianteira, controlo remoto e software de navegação.

A residência no palácio Wayne Manor e a Bat Cave, a caverna do herói, ficariam nos 30 mil euros ao ano. As armas nos oito mil e os morcegos de atirar, como os shuriken dos ninjas, 815 euros.

Para que o herói ficasse completo seriam ainda necessários 33 milhões de euros para o fato, 815 euros para a energia utrasónica, e 814 mil euros para o sistema visual que a máscara inclui.

O treino e formação militar poderiam superar os 400 mil euros.




O Batmobile....

 ____________________________________________________


 
Locations of visitors to this page