sábado, 11 de agosto de 2012

337º ENCONTRO DA TERTÚLIA BD DE LISBOA – ANO XXVII – 7 DE AGOSTO DE 2012



337º ENCONTRO DA TERTÚLIA BD DE LISBOA
ANO XXVII
7 DE AGOSTO DE 2012

Como não me foi possível ir a este Encontro da TBDL, ficam aqui os textos de Geraldes Lino em “Divulgando Banda Desenhada”, assim como a prancha do Comic Jam. As fotos são de Hugo Teixeira e Ana Vidazinha.

João Martins (autor das pranchas de banda desenhada que se vêem aqui por baixo) foi o Convidado Especial do 337º Encontro da Tertúlia BD de Lisboa, no dia 7 de Agosto. 


Ele faz parte daqueles numerosos jovens dotados para o desenho que gostam de fazer BD. Todavia, só esporadicamente conseguem encontrar hipóteses de concretizar as suas potencialidades, visto que desapareceram as revistas especializadas, e fazer uma banda desenhada longa de quarenta e seis pranchas para um álbum comercial é tarefa que exige meses de trabalho - e a tempo diário inteiro, não é tarefa para as "horas livres" -, com a agravante de ter deixado de haver, por parte das editoras, pagamento à prancha ou pagamento antecipado, mesmo que parcial.

Daí que João Martins tenha tido, até agora, escassas hipóteses de publicação de BD. Em contrapartida, teve a oportunidade de colaborar no álbum colectivo intitulado Sete Histórias em Busca de Uma Alternativa, com o episódio "O Caso das Inacreditáveis Coincidências Ocorridas às Treze e Treze de Um Dia Treze e dum Telefonema Desesperado a Meio da Noite", sob argumento de Álvaro Áspera.

O álbum foi editado em 2010 pelo GRAL - Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios.

__________________________________________________

JOÃO MARTINS

Biobibliografia

João Martins começou a fazer bandas desenhadas na infância, inspirado na colecção de BD do pai.

Em 2005 teve a sua primeira experiência na área, ao obter o 1º Prémio da categoria A do concurso incluído no Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora. Nesse mesmo ano é-lhe publicada no nº 1 de Sketchbook a banda desenhada intitulada "A Parede", sendo a colorização de Nikolai Nekh, e ainda no mesmo ano surgiu em Blazt (nº1) a sua bd "(Lat. Somniu)".

Em 2006 transformou em banda desenhada o "Poema de Um Funcionário Cansado" (veja-se a 2ª prancha reproduzida acima), de António Ramos Rosa, publicada na revista Textos e Pretextos.

Em 2009 voltou a obter o 1º Prémio do Escalão A no concurso de BD da Amadora; no mesmo ano colaborou no nº3 da revista Aula Magna, fazendo, em parceria com Pedro Roxo, a prancha inicial da bd "O Contrato Social", sob argumento de Álvaro Áspera. Em dupla com o argumentista André Oliveira fez a bd "A Culpa é do Instinto", uma só prancha, para o fanzine Tertúlia BDzine (nº 136, Jan. 2009).

Em 2010 colaborou no álbum colectivo intitulado Sete Histórias em Busca de Uma Alternativa, com a banda desenhada "O Caso das Inacreditáveis Coincidências Ocorridas às Treze e Treze de um Dia Treze e dum Telefonema Desesperado a Meio da Noite" (6 pranchas a cores) sob argumento de Álvaro Áspera.

Pergunta de Geraldes Lino: Como e qundo é que começou o seu interesse pela BD?
Resposta de João Martins: "O meu pai tinha uma colecção modesta, da qual eu retirei alguns livros que não compreendi totalmente na infância, mas que tiveram grande importância na minha adolescência.

Tinha especial gosto nos álbuns do Quino (creio que editados pela Dom Quixote), e recordo alguns livros de Blake et Mortimer. Em especial havia um outro que guardo agora com religiosidade: uma colectânea da revista Visão.

Pergunta: Que heróis ou séries lhe captaram o interesse, enquanto leitor de BD?
Resposta: Não sou particularmente atento a séries, nem sigo nenhum personagem em particular. Mas posso indicar uma lista não ordenada dos meus livros preferidos:

City of Glass – Dave Mazzuchelli e Paul Karasik a partir de Paul Auster
Asterios Polyp – Dave Mazzuchelli
Hard Story – Horacio Altuna e Jorge Gonzalez
Acme Novelty Library: Lint – Chris Ware
Jimmy Corrigan The Smartest Kid on Earth – Chris Ware
Ghost World – Daniel Clowes
Maus – Art Spiegelman
Obrigada Patrão – Rui Lacas
A Vida Numa Colher – Miguel Rocha
Watchmen – Alan Moore e Dave Gibbons
Buscavidas – Alberto Breccia e Carlos Trillo
Black Hole – Charles Burns
Stigmata – Lorenzo Mattotti
A Pior Banda do Mundo – José Carlos Fernandes
Tu és a mulher da minha vida, ela é a mulher dos meus sonhos – Pedro Brito e João Fazenda

João Vasco Policarpo Martins, Lisboa, 1986. Licenciado em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

__________________________________________________

Ciclo: Nova BD portuguesa

Este ciclo, a decorrer permanentemente desde Junho de 1985, tem a finalidade de distinguir, com DIPLOMA DE INCENTIVO, gente da BD a vários níveis:

1) Autores jovens em princípio de carreira, mas com obra publicada - embora escassa - quer em fanzines, jornais, revistas ou, eventualmente, em álbuns (por edição alternativa, seja com apoio autárquico ou de empresa privada, até mesmo em edição de autor);

2) Autores já com obra significativa,mas demasiado novos para serem homenageados;

3) Autores que fizeram banda desenhada, de forma esporádica, há uns tantos anos, tendo desistido da BD e optado por diferente actividade (Incentivo de tipo retroactivo);

4) Desenhadores adultos que só tardiamente tiveram BD editada, sendo-lhes dado este incentivo pela TBDL, independentemente da sua idade.

Lista de presenças neste 337º Encontro da TBDL 

(Lista elaborada a posteriori e susceptível de ter falhas; por isso agradeço que quem notar alguma, envie comentário): 

1. Adelina Menaia 
2. Álvaro 
3. Ana Saúde 
4.Ana Vidazinha 
5. André Oliveira 
6. António Isidro 
7, Carlos Páscoa 
8. Cristina Amaral 
9. Falcato 
10. Filipe Frade aka "Ninja" 
11. Geraldes Lino 
12. Gonçalo Neto 
13. Helder Jotta 
14. Hugo Teixeira 
15. Ibérica Kok 
16. Inês Ramos 
17. Isabel Cardeira 
18. JCoelho 
19. JMascarenhas 
20. João Amaral 
21. João Antunes 
22. João Figueiredo 
23. João Martins - Convidado Especial 
24. João Vasco Leal 
25. José de Deus Rodrigues 
26. Josep Escalé 
27. Luís Valente 
28. M.A.L.S. 
29. Manuel Valente 
30. Maria João Lopes 
31. Mário Freitas 
32. Miguel Ferreira 
33. Milhano 
34. Moreno 
35. Nuno Amado aka "Bongop" 
36. Nuno Duarte aka "Outro Nuno" 
37. Nuno Neves aka "Verbal" 
38. Paulo Costa 
39. Paulo Jorge Ceia 
40. Paulo Marques aka "Estranho" 
41. Pedro Alves 
42. Pedro Bouça aka "Hunter" 
43. Pedro Cruz 
44. Pepedelrey 
45. Petra 
46. Rechena aka "Dona Zarzanga" 
47. Rui Batalha 
48. Rui Domingues 
49. Sá-Chaves 
50. Sandra Oliveira 
51. Victor Mesquita 

__________________________________________________

COMIC JAM

O próprio Convidado Especial da Tertúlia BD de Lisboa foi – como é habitual –, o iniciador de mais esta prancha de banda desenhada colectiva em criação de improviso. Que, por acaso, até teve a colaboração valorizadora de Victor Mesquita. 


Esta é já a 44ª prancha, o que, com a continuação mensal, dará um uma boa edição em papel.

Nela colaboraram os seguintes desenhadores/ilustradores, episodicamente autores de BD:

1. João Martins (Convidado Especial da TBDL)
2. João Vasco Leal
3. Carlos Páscoa
4. Victor Mesquita
5. Pedro Cruz
6. Pepedelrey

__________________________________________________

AS FOTOS
(de Hugo Teixeira e Vidazinha)

As fotos que eles conseguem tirar...

E viva a carniça...

New look: Geraldes Linine?

Não é almoço, é jantar!

O Convidado especial, t-shirt branca...










__________________________________________________

 
Locations of visitors to this page