sábado, 18 de outubro de 2014

BDpress #436: O “URTIGÃO” DA DISNEY ENTRA NOS CINQUENTAS – Pedro Cleto no J.N.

 URTlGÃO ENTRA NOS CINQUENTAS

Jornal de Noticias, 4/10/14

Em Outubro de 1964, os leitores de banda desenhada Disney descobriam uma nova personagem, que, na versão brasileira, se chamaria Urtigão, camponês que vivia no Brejo das Urtigas, nos arredores de Patópolis. A figura, que, na verdade vinha com o nome original Hard Haid Moe, era um amante da tranquilidade campestre, mas irascível em relação a tudo o que viesse da cidade grande, em especial, quando personificado pelo Peninha, o seu ódio de estimação.

A incompatibilidade surgiu na história inicial, "It's music?", criada para o mercado italiano, onde foi publicada na revista "Topolino #462", pelos norte-americanos Dick Kinney e Al Hubbard, que, curiosamente, também tinham imaginado o Peninha.

Vizinho da Vovó Donalda, cuja simpatia e bonomia contrastam em alto grau com a irritação latente de Urtigão, esta personagem ostenta barba hirsuta e cabelo desgrenhado, pés descalços e roupa em mau estado. Vive isolado com o seu cão, de nome Cão, gosta pouco de trabalhar e quase sempre tem uma caçadeira carregada de sal para afugentar intrusos citadinos.

Sendo uma das raras personagens humanas da BD Disney, Urtigão foi desenhado no Brasil nos anos 70, assumindo as características dos "caipiras" locais - chegou a participar num desfile de samba e visitou a Amazónia e o Rio de Janeiro, onde encontrou Zé Carioca.

F. Cleto e Pina

NOTA: TODAS AS IMAGENS DA RESPONSABILIDADE DO KUENTRO


 
 
 
 
 

___________________________________________________

 
Locations of visitors to this page