sexta-feira, 14 de novembro de 2014

COMUNICADO DE IMPRENSA AMADORA BD 2014 – BALANÇOS E RESULTADOS... 30.340 VISITANTES???? (com texto crítico)

COMUNICADO DE IMPRENSA 
AMADORA BD 2014
BALANÇOS E RESULTADOS... 

O Amadora BD resolveu este ano enviar informações através de uma Assessoria de Imprensa, o que acho muito louvável. Contudo isso não impediu que a divulgação do programa se realizasse quase em cima da hora da inauguração. Agora recebi, como todos os “divulgadores” devem ter recebido, o comunicado final – Balanços e Resultados. Destaco os 30. 340 visitantes, o que, tal como deixei aqui escrito à pouco tempo, seria sempre à volta dos 30.000 (como quase sempre nos últimos 10 anos), à mistura entre bilhetes comprados e crianças das escolas do Concelho amadorense (e não só)!!!

Quando é que o Festival da Amadora começa a divulgar a verdade nos números, PUBLICANDO OS RESULTADOS DAS ENTRADAS COM BILHETES COMPRADOS? Depois até podem acrescentar quantas crianças das escolas visitaram o Festival, mas o importante são as Entradas Pagas, para percebermos qual é a relevância do mercado português de Banda Desenhada. Pela nossa experiência, durante a semana as vendas de livros são irrelevantes - o mercado dos livros (a parte mais importante do Festival) só funciona - a sério - aos fins-de-semana, quando entram os visitantes com ingressos pagos, portanto...

Deixo aqui, para comparação, parte do comunicado oficial de Festival de Lucca (Itália), realizado entre 31 de Outubro e 3 de Novembro deste ano – durante 4 dias, portanto – onde se referem apenas as entradas pagas (240.000 bilhetes). Espero que entendam alguma coisa do italiano:

QUANTA GENTE A LUCCA! TROPPA?

Leggi l'articolo completo su: Quanta gente a Lucca! Troppa? | afnews.info

Il comunicato ufficiale della manifestazione attesta il bel numero di 240.000 biglietti venduti e di circa 400.000 persone in città (non nella fiera, naturalmente). Considerando che la manifestazione che pare avere più numeri al mondo dovrebbe essere la giapponese Comiket (550.000 ingressi, grosso modo), sembra che la grande crisi economica che stiamo attraversando stimoli la spensierata gita fumettistica. Evidentemente se ne sente il bisogno. Però… La mitica San Diego ComicCon (130.000 ingressi) ha sofferto proprio per eccesso di visitatori, costringendo la città a ragionare su strutture diverse oppure a rinunciare del tutto alla manifestazione.

O texto completo pode ser lido aqui: Quanta gente a Lucca! Troppa? | afnews.info


Já agora, o Festival de Angoulême caiu este ano para cerca de 220.000 ingressos pagos e o Saló Del Comic de Barcelona subiu para cerca de 130.000. Prefigura-se portanto a subida do Festival de Lucca para o primeiro lugar do ranking dos Festivais mais visitados da Europa.

Lucca Comis and Games 2014

Angoulême 2014

San Diego Comic Con 2014

Comiket Tokyo 2014

AmadoraBD 2014

Portanto se o Amadora BD tivesse mesmo 30.340 entradas pagas (e não teve!!!), seria sempre um festivalzinho comparado com os "congéneres" europeus. Porquê? Como diz algures o José Hartvig de Freitas (ex-Devir), vamos ver o que se vai passar com o Comic Con Portugal, no final deste mês, para podermos tirar algumas ilações.

Aqui fica o Comunicado de Imprensa do Amadora BD 2014:

AmadoraBD 2014 com 30.340 visitantes

O AmadoraBD 2014 – 25.º Festival Internacional de Banda Desenhada, organizado pela Câmara Municipal da Amadora, teve 30.340 visitantes, verificando-se um acréscimo de cerca de 400 visitantes em relação ao ano anterior. Este acréscimo deu-se tanto em termos de público em geral, como em número de alunos integrados em visitas escolares.

Nesta edição comemorativa dos 25 anos, que decorreu de 24 de Outubro a 9 de Novembro, o AmadoraBD apresentou 16 exposições no Fórum Luís de Camões e 9 em diversos locais da Amadora e de Lisboa, num total de 25 exposições. Houve mais de 22 lançamentos e apresentações de álbuns e estiveram presentes 70 autores portugueses e estrangeiros entre apresentações, lançamentos, debates, sessões de autógrafos e exposições.

Registou-se ainda a satisfação generalizada por parte dos editores e livreiros presentes no renovado espaço comercial do AmadoraBD, resultado de um elevado número de novidades editoriais e de um acréscimo na procura de edições por parte dos visitantes.

Relembrando os vencedores dos Prémios Nacionais de Banda Desenhada que, em 2015, farão parte do alinhamento programático do Festival: o Melhor Álbum Português foi atribuído a Zona de Desconforto (Chili com Carne), de Amanda Baeza, André Coelho, Cristina Casnellie, Daniel Lopes, David Campos, Francisco Sousa Lobo, José Smith Vargas, Júlia Tovar, Ondina Pires e Tiago Baptista, com coordenação de Marcos Farrajota, o Prémio de Melhor Argumento para Álbum Português foi para André Oliveira, com Hawk (Kingpin Books), e Pedro Massano recebeu o Prémio de Melhor Desenho para Álbum Português, com A Batalha 14 de Agosto de 1385 (Gradiva). Safe Place, de André Pereira e Paula Almeida (Kingpin Books) foi considerado o Melhor Álbum de Autor Português em Língua Estrangeira e As Serpentes de Água, de Tony Sandoval (Kingpin Books) o Melhor Álbum de Autor Estrangeiro. No Presépio, de José Pinto Carneiro e Álvaro (Insónia/Álvaro Santos) arrebatou o Prémio de Melhor Álbum de Tiras Humorísticas. Em termos de Melhor Ilustração de Livro Infantil, a vencedora foi Vera Tavares, com Lôá Perdida no Paraíso (Tinta da China), o Prémio Fanzine foi para Espaço Marginal, de Marco Silva (Instituto Politécnico de Beja), e Maus, de Art Spiegelman (Bertrand Editora) foi vencedor do Prémio Clássicos da 9.ª Arte. Houve ainda o Troféu de Honra, atribuído a Carlos Baptista Mendes.

Em termos de continuidade, a exposição “25 Anos, 25 Autores, 25 Cartazes”, relativa aos cartazes que fazem parte das 25 edições do AmadoraBD, pode ainda ser visitada na Fnac Chiado, até 14 de Janeiro, estando depois em modo itenerante pelas lojas Fnac de todo o país. Esta exposição pode ser ainda visitada na recém inaugurada Bedeteca da Amadora, na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, bem como a exposição “O Resto da Revista – o que (quase) fica de fora das histórias da banda desenhada”, comissariada por Mário Moura, que permanece neste novo espaço até 31 de Março. A Bedeteca pode ser visitada de terça a sábado das 10h às 18h.

_____________________________________________________

 
Locations of visitors to this page