sexta-feira, 15 de junho de 2012

2as. CONFERÊNCIAS DE BANDA DESENHADA EM PORTUGAL – CBDPT 2012

(imagem: João Maio Pinto) 

2as CONFERÊNCIAS
DE BANDA DESENHADA EM PORTUGAL CBDPT 2012

Recepção de Propostas de Comunicações 

Biblioteca Orlando Ribeiro, 28 e 29 de Setembro de 2012 

Coordenação: Pedro Vieira de Moura, do Laboratório de Estudos de Banda Desenhada (LEBD) 

Patrocínio Institucional: Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa/CML, CNBDI/FIBDA, Nouvelle Librairie Française (convidado internacional a confirmar). 

Depois do primeiro encontro das CBDPT em 2011, cuja participação foi variada em termos de temas e metodologias, queremos dar continuidade e aprofundar a investigação multidisciplinar possível no estudo da banda desenhada e de outras áreas que lhe estão intrinsecamente associadas (a ilustração, a caricatura, o cartoon editorial, ou mesmo a animação). O fito deste encontro é tornar-se fórum de referência no estudo balizado e sério desta mesma área.

A banda desenhada pode ser entendida enquanto arte e disciplina artística, meio e modo de expressão, mas também uma rede específica de relações sociais e uma tecnologia, um conjunto de instituições e uma relação económica. Isso permite que possa, a um só tempo, ser estudada por disciplinas tão variadas quanto a estética, a teoria da cultura, a economia, a sociologia, a semiologia, a narratologia, a mediologia, a psicanálise, os estudos pós-coloniais, os estudos feministas, a queer theory, a história da arte, a história do livro, assim como estruturações muito específicas dos discursos desenvolvidos no interior da área dos já chamados Estudos de Banda Desenhada (Comics Studies) como do cruzamento interdisciplinar entre as disciplinas indicadas ou além delas.

É também desejo das CBDPT dar a conhecer ao público português algumas das personalidades mais influentes da investigação internacional da banda desenhada, pelo que se tentará sempre contar com a presença de um ou dois convidados de referência. O ano de 2011 contou com David Kunzle, um dos primeiros grandes proponentes do estudo específico da banda desenhada, mormente numa perspectiva histórica marxista, e Thierry Groensteen, autor de Système de la bande dessinée, incorporação da abordagem semiológica a esta disciplina artística, bem como de muitos outros volumes, e que proporcionou alguns princípios de análise rapidamente adoptados ou criticados no campo. O ano de 2012 também tentará garantir a presença de pelo menos um keynote speaker internacional.

Estão abertas as inscrições a todos aqueles que desejem apresentar uma comunicação em torno destes objectos artísticos. Não há quaisquer restrições de tipo académico, sendo possível a qualquer pessoa, independentemente do seu grau académico, apresentar a sua proposta, assim como de qualquer área disciplinar. Os temas são totalmente livres, não se fazendo qualquer restrição, ainda que seja desejável procurar uma maior incidência em matérias relacionadas com a produção portuguesa ou de expressão portuguesa.

Apenas a título de identificação, porém, eis alguns temas que julgamos ser necessário abordar no contexto nacional:
  • Contextualização histórica-crítica de autores nacionais 
  • Levantamento bibliográfico e tratamento crítico de obras desconhecidas, secundarizadas ou marginais
  • Representações coloniais e pós-coloniais, do colonizador e do colonizado, do Outro na banda desenhada portuguesa.
  • Políticas de representação sexual, étnica, e social 
  • Tendências estéticas, literárias e temáticas 
  • Práticas editoriais históricas e contemporâneas 
  • A materialidade da obra dos autores portugueses 
  • Transmedialidade e/ou Intertextualidades literárias e visuais 
  • A resposta das artes plásticas à banda desenhada (dos modernistas a R. Bértholo, dos Homeostéticos à contemporaneidade) 
  • A porosidade entre a prática da banda desenhada e outras actividades (ilustração, animação, cartoon) em termos criativos, sociais e económicos 
A organização das CBDPT, através do seu coordenador, está totalmente disponível para o aconselhamento, acompanhamento e/ou uma primeira abordagem crítica das propostas, caso o ou a proponente julgar necessário. 

Todas as propostas serão lidas por uma Comissão de Apreciação, cuja constituição e conduta é indicada abaixo. A Comissão reserva-se ao direito de declinar propostas, no caso de estas não cumprirem regras mínimas de clareza, pertinência e metodologia na abordagem dos temas propostos, à semelhança do procedimento habitual na selecção de comunicações para qualquer congresso ou conferência. Existe já hoje em dia uma bibliografia consolidada em torno de variadíssimos temas, autores, contextos editoriais, momentos históricos, tendências artísticas e tratamentos disciplinares, e a Comissão poderá aconselhar a leitura ou consulta de bibliografia especializada caso não esteja essa mesma referência indicada pelas propostas. No caso das propostas aceites, os autores deverão fazer a sua inscrição completa, submetendo alguns dados biográficos complementares.

Regras de participação:

1. As propostas devem ser apresentadas num documento Word (extensão .doc 97-2003), de uma página, com um breve resumo do tema e/ou investigação a apresentar (num máximo de 1000 palavras), assim como da bibliografia quer primária quer secundária. Não serão aceites candidaturas que não em língua portuguesa.

2. Todas as propostas deverão ser enviadas até 1 de Julho de 2012 para os seguintes endereços electrónicos: pedrovmoura@gmail.com. Na medida do possível, o processo de selecção será feito no espaço de duas semanas.

3. Após o processo de apreciação e publicitação dos resultados (com aviso aos participantes), as comunicações aprovadas deverão ser enviadas numa versão completa e publicável (para publicação das Actas), até dia 1 de Setembro de 2012. Este deve ser um documento Word (extensão .doc 97-2003), em letra Garamond ou Times New Roman corpo 12, com uma linha de espaçamento. A utilização de notas de rodapé ou notas finais é opcional, mas devem seguir critérios coerentes. O mesmo é dito do aparato crítico, bibliografia, etc. A utilização das imagens é opcional, mas os autores dos textos devem integrá-las no texto conforme desejam, identificando através das legendas o nome do(s) autor(es) (texto e imagem, nos casos pertinentes), proveniência original e data, e qual a publicação de onde foi retirada. Apesar da CBDPT poder alegar o “fair use académico”, os autores devem procurar garantir a autorização das editoras e/ou autores para o seu uso, assim como procurarem um número comedido das mesmas imagens. Podem ser utilizadas imagens a cores.

Atenção: a não-entrega destes textos poderá implicar a eliminação do painel de apresentações públicas.

4. Todas as comunicações devem ser elaboradas num quadro de apresentação pública de 15 a 20 minutos, não sendo necessário que a apresentação se cinja à leitura da comunicação escrita. As versões escritas podem conter anexos textuais e/ou de imagem adicionais à apresentação pública, devendo os participantes comunicar à organização quaisquer necessidades técnicas especiais com antecedência (contemplar-se-á equipamento para projecção de imagens, PowerPoints, DVDs, ficheiros sonoros, entre outros).

5. As sessões de apresentação e discussão públicas terão lugar durante a CBDPT 2012, no Auditório da Biblioteca Municipal de Lisboa Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa, nos dias 28 e 29 de Setembro. Outros pormenores da sua organização serão divulgados atempadamente, para já através do blog www.cbdpt.blogspot.com

6. Após as sessões de apresentação e discussão públicas, os autores terão até dia 30 de Novembro de 2012 para proceder a quaisquer alterações que desejem nas suas versões a publicar nas actas (caso contrário, será publicada a versão entregue anteriormente).

7. Prevê-se a edição de todas as comunicações nas Actas da CBDPT até início de 2013 no site (ainda em construção) www.reirubro.org. Não havendo qualquer fito comercial ou lucrativo das CBDPT, a publicação destas actas é exclusiva da organização num prazo de dois anos. No entanto, os autores são livres de apresentar versões alternativas e/ou traduções, agradecendo a comunicação disso à organização das CBDPT, de forma a divulgar através do site.

Comissão de Apreciação

Professora Doutora Maria Cristina Álvares, docente na Universidade do Minho, investigadora de Literatura Francesa.

Doutora Conceição Pereira, investigadora integrada do CLEPUL (Universidade de Lisboa), na área de Literatura e Cultura Portuguesas.

Mestre Sara Figueiredo Costa, de Estudos Filológicos, crítica literária e de banda desenhada, e investigadora de banda desenhada e ilustração.

Mestre Alexandra Dias, Doutoranda em Literaturas e culturas românicas - variante de Estética Literária, com uma tese sobre a transposição intersemiótica em banda desenhada e docente na Universidade do Porto.

Pedro Vieira de Moura, doutorando do CEC/FLUL, crítico, professor e investigador de banda desenhada, com vários projectos em torno dessa arte.

_________________________________________________________

 
Locations of visitors to this page