segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

JOBAT NO LOULETANO — 9ª ARTE — MEMÓRIAS DA BANDA DESENHADA (LXXIV e LXXV) — EDUARDO TEIXEIRA COELHO – 1 e 2





NONA ARTE 
MEMÓRIAS DA BANDA DESENHADA 
(LXXIV – LXXV) 


Após as apresentações relativas ao XXIII Amadora BD, durante o último mês, retomamos a republicação da página de Jobat n’O Louletano

O Louletano, 4 de Outubro de 2005 

Conforme noticiamos em 7 de Junho passado, aquando da morte de Eduardo Teixeira Coelho, temos o grato prazer de iniciar a publicação da série "O Defundo", baseada num texto de Eça de Queiroz, ilustrada por esse artista [autor] e publicada no Jornal "O Mos­quito" entre os números 1157(26/07/1950) e 1187 (08/11/1950). Esta historia, num total de 29 páginas, mostra-nos – em nossa opinião –, um ET Coelho no zénite da sua pujança criadora, onde os claros-escuros, concebidos com a maestria que lhe era justamente reconhe­cida, revelam enquadramentos e vinhetas de rara beleza.

Dar a conhecer esta obra, (reposta apocrifamente em Portugal em três edições sem a autorização do autor, conforme sua indicação pessoal) e revelando-a a leitores que, na sua grande maioria, porven­tura a ignorem, foi o meio por nós escolhido para homenagear a memória do autor há meses falecido em Florença, local onde residia.

A magnificiência dos seus desenhos, melhor que os elogios que lhes possamos tecer, demonstram cabalmente o nível artístico daque­le que fortemente inspirou a geração contemporânea dos aspirantes a ilustradores de HQ desse período.

Que os apreciem, tal como nós, são os nossos sinceros votos dada a profunda admiração que nutrimos pelo artista [autor] ausente, mas vivo e presente, através da sua obra. Boa leitura.

MEMÓRIAS – EDUARDO TEIXEIRA COELHO.
Por Leonardo De Sá e António Dias de Deus (1) 

Artista de enorme influência a partir de meados da década de 1940, nasceu nos Açores, na cidade de Angra do Heroísmo (Ilha Terceira), a 4 de Janeiro de 1919. Eduardo Teixeira Coelho veio para Lisboa aos 11 anos de idade, para frequentar um curso comercial. Em 16 de Abril de 1936, foi publicado o seu primeiro trabalho uma sequência cómica em quatro vinhetas com balões - no Sempre Fixe (n" 517).

Nesse mesmo jornal, continuou com pequenas anedotas ingénuas nos anos 1936 e1937. Trabalhou em pequenos reclamos publicitá­rios, distribuídos na Costa da Caparica, na margem Sul do rio Tejo, e cartazes na praia. Como assistente do desenhador Álvaro Duarte de Almeida, ilustrou parte de um curso "Dickson de Arte Comercial" por correspondência, além de bilhetes postais e reclamos na impren­sa. Evoluindo muito rapidamente, produziu ilustrações de bom nível em Foco cm 1941, usando já a famosa sigla ETC. A seu lado encon­tramos desenhos dos artistas [autores] que talvez o tenham apoiado (e assis­tido) no início de carreira - Álvaro Duarte de Almeida e João Rodrigues Alves. A partir de 1942, está presente em O Senhor Doutor, Engenhocas e Coisas Práticas, Filmagem e Colecção de Aventuras (estas três últimas pertencentes às Edições 'O Mosqui­to'). Voltou a apresentar pequenas tiras de sequência narrativa, de intenção didáctica, nas revistas Engenhocas e Coisas Práticas e Filmagem. Foi, contudo, a partir de 1943, na mais famosa revista infantil portuguesa – O Mosquito –, que E. T. Coelho alcançou a mestria total nas ilustração de novelas com carácter histórico, moderno ou fantástico. Por esta altura, começou a colaborar na revista espanhola Chicos, para a qual produziu duas histórias aos quadradinhos de aventuras ("El Hecicero de los Matabeles", impressa entre 2 de Fevereiro e 15 de Março de 1944, e "Un Jinete del Oeste", entre 5 de Julho e 11 de Outubro de 1944). Só viriam a aparecer em O Mosquito dois anos mais tarde (respectivamente com os títulos "O Feitiço do Homem Branco" e "O Grande Rifle Branco"), depois de o formato duplicar. Para além das histórias publicadas no Chicos, sobre­viveu ainda o começo de "El Dios de la Montafia", uma aventura passada lá para os lados do Turquestão, que o artista não concluiria.

O BDjornal #3 (Junho de 2005) noticiou o falecimento de Eduardo Teixeira Coelho no editorial e publicou a sua biografia nas páginas 3 e 4 (excertos do mesmo texto publicado n'O Louletano e proveniente de ETCOELHO - A ARTE E A VIDA, de Leonardo De Sá e António Dias de Deus, edições Época de Ouro, 1998)


________________________________________________________

O Louletano, 11 de Outubro de 2005 

MEMÓRIAS – EDUARDO TEIXEIRA COELHO.
Por Leonardo De Sá e António Dias de Deus (2) 

A primeira HQ de E.T. Coelho a ser publicada em O Mos­quito foi "Os Guerreiros do Largo Verde", a partir de 28 de Março de 1945. O seu argumentista era José Padinha, grande novelista e grande amigo do desenhador. Até ao final desta revista, em 1953, E.T.Coelho foi o seu principal colaborador artístico. Em O Mosquito apresentou algumas obras-primas,

como "Falcão Negro", "O Caminho do Oriente", "A Lei da Selva", "A Trilogia das Mouras" (três novelas de títulos distintos em que intervêm mouras encantadas), além de ver­sões ilustradas de contos do escritor Eça de Queiroz.

A elaboração dos argumentos ou a sua redacção foi, na maior parte, da autoria de Raul Correia. Algu­mas das histó­rias, ilustrações e capas de ETC eram reedita­das, a curta dis­tância, nas re­vistas espa­nholas Chicos e El Gran Chicos. Outras ca­pas foram ex­pressamente fei­tas para Espa­nha e nunca foram vistas em revistas portu­guesas. Publicou também desenhos em jornais diários, como O Século, Diário de Notícias, em revistas como Eva (1946), Olá (1948), Auditorium (1948), Portugal Ilustrado (1953), em li­vros como Caminho da Terra Santa, diversos volumes de Lições de Ginástica Infantil, A Nossa Pátria, e capas de volumes da Bi­blioteca dos Rapazes, Bibli­oteca das Rapa­rigas, Almanaque de O Sécu­lo e Almanaque Alentejano (1948) e ilustra­ções de livros, principalmente da Portugália, Editorial Sécu­lo, Mocidade Portuguesa, para lá dos re­clamos comer­ciais nos principais jornais – Diário de Notí­cias, Diário de Lisboa e O Século. Fez ainda a capa e algumas ilustrações da novela em fascículos A Volta ao mundo (1946) de Henri de la Vaulx e Arnould Galopin.

________________________________________________________



O DEFUNTO
1 e 2 

Baseado no conto de Eça de Queiroz 
Desenhos de Eduardo Teixeira Coelho


________________________________________________________

 
Locations of visitors to this page