quarta-feira, 30 de junho de 2010

A ASA LANÇA "TEORIA DO GRÃO DE AREIA" VOLUME 2, DE SCHUÏTEN E PEETERS + BDpress #234 - MUSEU DA BD DE ANGOULÊME E NEIL GAIMAN...

A TEORIA DO GRÃO DE AREIA – TOMO 2

À VENDA AMANHÃ, DIA 1 DE JULHO 2010

Brusel, 2 de Agosto de 784. Duas semanas após os estranhos acontecimentos iniciados no tomo 1, e com o apartamento repleto de pedras de igual peso que aparecem misteriosamente em diferentes divisões, Constant Abeels pede auxílio às autoridades. Mas, também elas estão ocupadas com uma urgência: uma grande quantidade de areia continua a sair de um apartamento e a acumular-se pelas ruas da cidade…


MUSEU DE BANDA DESENHADA DE ANGOULÊME

Diário de Notícias, 28 Junho 2010


O Museu de Banda Desenhada de Angoulême, o maior da Europa no seu género, situado na cidade francesa onde se realiza, anualmente, o grande festival da especialidade, recebeu cerca de 60 mil visitantes no seu primeiro ano de existência.

Trata-se, segundo a direcção do museu, de um número que atesta do sucesso deste projecto, tanto mais que está situado na província e não numa das grandes cidades de França.

O seu director, Gilles Ciment, frisou que este número ultrapassa os 50 mil previstos e que corresponde à frequência média de um museu francês com estas características. Para Ciment, Angoulême torna-se assim na "capital permanente da banda desenhada na Europa".

O Museu da Banda Desenhada de Angoulême tem no seu acervo oito mil pranchas e objectos de banda desenhada, bem como 10 mil revistas, álbuns, cartazes e outros. O projecto da instituição remonta a 1974, ano em que foram compradas as primeira peças da colecção. A direcção tem agora como objectivo chegar às 100 mil entradas anuais.


Neil Gaiman

Jornal HardMusica, 28 Julho 2010-06-30

NEIL GAIMAN CONQUISTA A CARNEGIE MEDAL

O livro tem ilustrações de Chris Riddell, que também também integrou a “short-list” do Carnegie Medal, ainda que não tenha ganho.

“A Estranha Vida de Nobody Owens” foi primeiro lugar da tabela de best-sellers do New Yok Times 61 vezes e com o Carnegie Medal já recebeu oito galardões.

Esta obra de Neil Gaiman, romancista, escritor e autor de argumentos de banda-desenhada, vem juntar-se a outros sucessos, como "Coraline e a Porta Secreta" e "Stardust", ambos adaptados para cinema pelos estúdios de Hollywood.

Gaiman nasceu em Portchester, na Inglaterra, em 1960, mas vive nos Estados Unidos, e tem criado romances gráficos que se destacaram na banda desenhada como a saga "Sandeman", cujo personagem principal, com o mesmo nome, é a personificação do sonho.

Instituído no Reino Unido, em 1936, o Carnegie Medal destina-se a obras infanto-juvenis e os candidatos ao título são seleccionados por crianças bibliotecárias especializadas neste género de literatura.

A obra vencedora conta a história de um rapaz – Nobody Owens - que poderia ser normal se não vivesse num cemitério e não tivesse como família adoptiva uma série de fantasmas e almas penadas que zelam por ele e o educam.

A medalha de ilustração para crianças Kate Greenaway - o melhor prémio de ilustração do Reino Unido - atribuído pelo mesmo organismo que entrega o Carnegie Medal foi para a ilustradora escocesa Freya Blackwood, com o livro “Samuel e Saltitão”, dado à estampa em Portugal pela Editorial Caminho.

Tanto a Carnegie Medal como a Kate Greenaway são atribuídas pela CILIP Carnegie and Kate Greenaway Children´s Book Awards.

(ES)

__________________________________________________________________________

Já agora, leiam também o que Pedro Cleto escreveu sobre "Tout sur les celibataires", de Valéry Der-Sarkissian (arg.) e Nelson Martins (des.) AQUI
___________________________________________________________________________ 
 
Locations of visitors to this page