segunda-feira, 8 de novembro de 2010

21º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BANDA DESENHADA DA AMADORA / AMADORABD (3): LANÇAMENTO DO "DICIONÁRIO..." + A LUSOFONIA E ETC...

No sábado, dia 6 de Novembro foi lançado no 21º FIBDA, o DICIONÁRIO UNIVERSAL DA BANDA DESENHADA – pequeno léxico disléxico, de Leonardo De Sá, com apresentação de Carlos Pessoa, jornalista do Público. Claro que a assistência não foi muita (a coisa foi arranjada na véspera, dada a dúvida que havia se a gráfica teria o livro pronto a tempo), também porque ao mesmo tempo decorria o colóquio sobre a BD na lusofonia no auditório do cinema de animação.

Aqui ficam as fotos, tanto do lançamento do “Dicionário…” (fotos de Dâmaso Afonso), como do colóquio da lusofonia.

No domingo – último dia do Amadora BD – a Pedranocharco ofereceu a Olimpio e Lindomar de Sousa, responsávais pelo Luanda Cartoon (e para o estúdio de banda desenhada e ilustração dos dois irmãos, Olindomar, de Luanda), uma colecção quase completa do BDjornal e alguns livros. Este quase completa, refere-se à ausência do BDj #24 que, como se sabe, está completamente esgotado - ou não fosse ele dedicado ao 60º aniversário de Tex...

Tudo isto enquanto finalmente no sábado - penúltimo dia do Festival -, lá apareceu (parece que o Amadora BD, às vezes adopta o lema mais vale tarde, do que nunca) o Programa do Festival, no espaço da recepção…


O jornalista Carlos Pessoa faz a apresentação do DICIONÁRIO UNIVERSAL DA BANDA DESENHADA – pequeno léxico disléxico, de Leonardo De Sá, enquanto o editor, ao fundo, controla as "operações"... e o autor, esboça um sorriso, ao dar com qualquer piada que escreveu no livro...

A assistência, atenta, onde pontificava Fernando Relvas e a sua companheira Nina... 

Leonardo De Sá, troca impressões com Carlos Pessoa e depois, fala da importância da História da Banda Desenhada, portuguesa e não só...

A solidão do autor perante o autógrafo...

O colóquio sobre a banda desenhada na lusofonia, no momento em que Jô Oliveira  usava da palavra, perante a atenta assistência...

À esquerda, a assistência do Colóquio, onde podem ver-se Geraldes Lino, José Garcês e Luís Afonso. Na foto da direita, os irmãos Olímpio e Lindomar de Sousa, no stand Pedranocharco, com este vosso escriba...

Foto de última hora, "sacada" da página do Facebook de Lindomar de Sousa Lindox: o momento da oferta da colecção de BDjornais e de livros Pedranocharco.

Foto de conjunto de autores "da lusofonia" expostos no Amadora BD 2010, com Geraldes Lino: o fotógrafo angolano que acompanhou os autores daquele país, Jô Oliveira (do Brasil), Nuno Saraiva (de Portugal), Lindomar e Olímpio de Sousa (de Angola). Faltam aqui os moçambicanos Machado da Graça, que não tive o prazer de conhecer e Zorito Chiwanga.

 Em sessão de autógrafos: 1ª foto Lindomar e Olimpio de Sousa, com Zorito. 2ª foto: Zorito, Jô Oliveira e Pedro Leitão.

 Lindomar e Olímpio de Sousa...

 Zorito Chiwanga, Jô Oliveira, Pedro Leitão e... Ricardo Cabral...

Zorito trouxe exemplares de Assunir ser O Positivo e Lindomar e Olímpio, trouxeram exemplares do nº 2 e nº 3 da revista Cabetula editada pelo estúdio Olindomar.

Outros autores "mais batidos nestas coisas" riam-se - entre dentes, obviamente - da... ausência de público.

Entretanto, Hugo Teixeira e Álvaro autografavam afanosamente, exemplares de Bang Bang e Sexo, Mentiras e Fotocópias (edições Pedranocharco quase esgotadas, eh. eh...), para oferecer ao Estúdio Olindomar, de Luanda.
_________________________________________________________________

No próximo post, as fotos de algumas das actividades de animação deste Amadora BD 2010.

_________________________________________________________________
 
Locations of visitors to this page