domingo, 7 de julho de 2013

GAZETA DA BD NA GAZETA DAS CALDAS - 8: Livro de Banda Desenhada de Paulo Monteiro é Sucesso Internacional

GAZETA DA BD - 8
NA GAZETA DAS CALDAS

Gazeta das Caldas, 5 de Julho de 2013

Livro de Banda Desenhada de Paulo Monteiro
é Sucesso Internacional
Jorge Machado-Dias - Director do BDjornal
bdjornal@gmail.com - kuentro.blogspot.com

O livro O Infinito Amor Que Te Tenho e Outras Histórias, de Paulo Monteiro, editado em finais de 2010 pela Polvo e que venceu o Prémio Nacional de melhor livro do ano em 2011 no Festival Internacional de BD da Amadora, continua a dar que falar... depois de reeditado em Portugal em 2012 e internacionalmente, com edições em pelo menos três países, para já. Depois da edição polaca, no início deste ano, pela editora Paweł Timofiejuk, da edição francesa pela 6 Pieds Sous Terre e da castelhana, pela Edicions do Ponent, espera-se que no próximo mês de Julho seja finalmente editado no Reino Unido pela Blank Slade Books – a primeira editora estrangeira a interessar-se na edição local do livro – e até final deste ano no Brasil. Duas edições portuguesas e cinco internacionais. É obra!

As várias versões da capa (em todas as edições) têm o design de Susa Monteiro, companheira do autor, ilustradora, autora de banda desenhada e designer de serviço para os Festivais de BD de Beja, de quem falaremos também aqui em próxima oportunidade.

Paulo Monteiro, de quem já aqui falámos aquando do texto sobre o Festival de BD de Beja, de que é director, nasceu em Vila Nova de Gaia em 1967. Licenciado em História de Arte, “aterrou” (entre aspas porque ainda não havia aeroporto) em Beja em finais dos anos 1980, como bolseiro do Museu Regional de Beja. Em 1996 cria o Atelier de Banda Desenhada Toupeira, ao abrigo dos Ateliers Permanentes da Casa da Cultura de Beja e em 2004 apresenta à Câmara Municipal os projectos para a constituição de uma Bedeteca na CCB e para a realização de um Festival Internacional de Banda Desenhada na cidade, ambos concretizados em 2005.

A actividade no Toupeira era complementada com a edição de fanzines – edições essas que tiveram o seu auge com a edição regular do fanzine “Venham + 5” e da Colecção Toupeira, nos Festivais a partir de 2005 – e Paulo Monteiro ia desenvolvendo também ele próprio, a técnica de contar histórias em quadradinhos. Publicou nos fanzines “Barsowia”, “Venham + 5”, e “Café e Cigarros” algumas das histórias curtas que resultaram neste livro, reunindo nele dez histórias realizadas entre 2005 e 2010, sobre amor, fragilidade, dúvidas, identidade, morte. O tom confessional e a candura do diário do autor no final do livro, mostra uma entrega apaixonada ao cultivo de pequenos poemas sob a forma de banda desenhada. A pedra de toque do autor é uma poesia narrativa, de histórias curtas, embrulhadas num invólucro de ternura, de palavras amorosas, que são gestos simples de aproximação. Tudo isto revela em Paulo Monteiro uma intrínseca capacidade de escrita – escrita desenhada, digamos. É isso que torna este livro único.

São, sobretudo histórias para se lerem, ilustradas num traço fluido e em movimento contínuo, que vai beber em influências reconhecíveis, sobretudo no desenho do italiano Lorenzo Mattotti (a preto-e-branco), do francês David B e mesmo da própria Susa Monteiro, podendo-se acrescentar mesmo alguns resquícios do catalão Max.

As histórias são realizadas num registo intimista, poético, numa abordagem autobiográfica que cativa os leitores. E o sucesso internacional do livro estará, quanto a nós, neste registo. As preferências em matéria de BD estão a mudar desde há alguns anos, por influência de obras como “Blankets”, do norte-americano Craig Thompson, ou das reportagens desenhadas, do maltês Joe Sacco. Relatos intimistas, muito pessoais, que fazem aderir o público.

O Infinito Amor Que Te Tenho e Outras Histórias
Paulo Monteiro (textos e desenhos)
64 págs. – a P&B – formato 16,5 x 22,5 cm
Polvo, 2010 (1ª edição), 2012 (2ª edição)
Preço: € 9,00

Capa da 2ª edição...

Paulo Monteiro recebe o Prémio Nacional do Melhor Livro do Ano no FIBDA 2011 
das mãos de Rui Lacas (vencedor no ano anterior)

 Páginas 34 e 51 de O Infinito Amor Que Te Tenho e Outras Histórias

___________________________________________________

 
Locations of visitors to this page