sábado, 4 de fevereiro de 2012

BDpress #320: OS SUPER-HERÓIS CONTRA A FOME NO CORNO DE ÁFRICA – DANIEL CEREJO NO PÚBLICO ONLINE


A FOME É O PRÓXIMO ADVERSÁRIO 
DOS SUPER-HERÓIS

OS SUPER-HERÓIS DA LIGA DA JUSTIÇA, DA DC COMICS, 
SÃO A CARA DA CAMPANHA “WE CAN BE HEROES”, 
CONTRA A FOME NO CORNO DE ÁFRICA

Público online, 29 Janeiro 2012 
Texto de Daniel Cerejo

Perante um dos maiores males do universo, nada mais acertado do que convocar os seres mais fortes do universo para combatê-lo. A DC Entertainment e a Warner Bros. uniram-se e enviaram para o Corno de África Super-Homem, Lanterna Verde, Aquaman, Batman, Wonder Woman, Flash e Cyborg.

Os membros da Liga da Justiça da América, da DC Comics, são os principais embaixadores da campanha “We Can Be Heroes”, que se propõe a lutar contra a fome que grassa na Etiópia, Somália e Quénia. Para tal, um dos super-poderes utilizados será, obviamente, o dinheiro.

Desta forma, qualquer pessoa pode doar dinheiro e ser um herói no combate àquela que é, segundo a DC Entertainment, a maior seca e a maior fome, na região, em mais de 60 anos. “13 milhões [de pessoas] precisam de assistência urgente e 250 mil estão privadas de comida, só na Somália”, diz o comunicado de imprensa da DC Entertainment.

Para começar a fazer face a tudo isto, a Warner Bros. e a DC decidiram doar, pelo menos, dois milhões de dólares (1,5 milhões de euros) ao longo dos próximos dois anos, a três organizações de ajuda humanitária que estão a trabalhar no continente africano: Save the Children, International Rescue Committee e Mercy Corps.

Mas a DC – não fosse a casa de alguns dos maiores super-heróis da banda-desenhada – não fica por aqui: promete igualar sempre qualquer outro donativo que for feito, desde que não exceda um milhão de dólares. Esses donativos podem ser feitos através do site “We Can Be Heroes”, onde também é possível comprar “merchandising”, com a certeza de que metade do seu valor reverte para a campanha.

A liga mais forte do universo

A Liga da Justiça surgiu pela primeira vez nos anos 60, com apenas uma diferença em relação à equipa actual. Isto é, ao lado de todos os outros, em vez de Cyborg, estava Martian Manhunter (um alien de Marte com poderes muito semelhantes aos de Super-Homem). Contudo, o grupo teve várias entradas e saídas ao longo dos anos.

“A dedicação [da Liga da Justiça] para com a justiça social e o compromisso em unirem-se para ajudar os indefesos, relaciona-se totalmente com os ideais da campanha”, disse Diane Nelson, presidente da DC Entertainment.

A DC que já tinha participado numa acção de solidariedade parecida quando, em 1986, publicou “Heroes Against Hunger”, um “comic book” que retratava a luta dos super-heróis contra a fome e cujas receitas das vendas ajudaram a Etiópia.


_________________________________________________________

 
Locations of visitors to this page