terça-feira, 10 de janeiro de 2012

NOTÍCIA DE LUANDA: A REVISTA CABETULA VAI PASSAR A SER MENSAL

Angola Press, 09-01-2012 

Revista "Cabetula" terá periodicidade mensal

Luanda - A revista angolana de Banda Desenhada (BD) “Cabetula” passará a ter uma periodicidade mensal a partir da sua 5ª edição, cujo lançamento está previsto para o dia 20 do corrente mês, no salão internacional da União Nacional dos Artistas Plásticos (Unap), em Luanda.

A informação foi avançada hoje, segunda-feira, à Angop, pelo cartoonista Olímpio de Sousa que, juntamente com o seu irmão Lindomar de Sousa, são os criadores da revista.

Realçou que doravante, a personagem “Cabetula” será escrita e desenhada por outros artistas, que não são os seus criadores, com vista a dar maior dinâmica e rigor na periodicidade da revista.

“A partir da 5ª edição, a revista contará com a integração de outros artistas, que vão desenhar e escrever histórias sobre o “Cabetula”, a personagem central do livro. Este é o primeiro caso do género no país, em que outros cartoonistas participam com desenhos e histórias sobre a personagem de outro autor”, salientou.

Explicou que a participação de outros artistas vai ajudar a revista a manter a sua periodicidade mensal, aparecimento de novas tendências, bem como diminuir a carga de trabalho para os dois criadores da obra, que têm outras ocupações artísticas como dirigir e gerir o Estúdio Olindomar, descoberta e formação de novos talentos, promoção de exposições internacionais, entre outras actividades ligadas à BD.

“Com apenas dois artistas seria difícil manter a regularidade mensal da revista, devido o trabalho que a produção de uma obra de BD implica. A criação artística carece de bastante concentração, por isso um cartoonista ideal deve ter todas as condições sociais e económicas para poder se desligar de todas outras preocupações, concentrando-se exclusivamente na sua obra”, argumentou.

Sobre a 5ª edição da revista, com o título “O chinês”, referiu que albergará cinco histórias a retratarem o quotidiano, onde apelam principalmente os jovens a pautarem por uma conduta exemplar e promoverem os valores morais e cívicos, evitarem os excessos como o consumo exagerado de bebidas alcoólicas, absterem de práticas criminosas entre outras acções indecorosas.

As histórias, sublinhou, são relacionadas com o quotidiano, mas contadas de forma artística e pedagógica, visando abranger todas as faixas etárias e estratos sociais.

A obra, produzida no Estúdio Olindomar, tem 32 páginas, uma tiragem de 4 mil exemplares e será comercializada a mil kwanzas, cada livro, nas províncias de Luanda, Huambo e Cabinda.

A 5ª edição vai contar com a participação dos artistas Nelo Tumbula, Hermenegildo Pimentel, Aldino Chindele e José Teles, além dos criadores Olímpio e Lindomar de Sousa.

Olímpio de Sousa e Lindomar de Sousa são dois irmãos que se dedicam, há já algum tempo a BD, são os criadores do Festival Internacional de Banda Desenhada denominado “Luanda Cartoon”, em parceria com o Instituto Camões de Angola.

Actualmente, a dupla é das maiores impulsionadoras do movimento de BD do país.



 Olimpio e Lindomar


______________________________________________

______________________________________________

 
Locations of visitors to this page