terça-feira, 29 de janeiro de 2013

BDpress #341: FESTIVAL DE BD DE ANGOULÊME CHEGA AOS 40 EM BOA FORMA



FESTIVAL DE BD DE ANGOULÊME CHEGA AOS 40 EM BOA FORMA 

 O cartaz oficial (de Jean-Claude Denis) e o alternativo

Público online, 28/01/2013 

Uderzo, co-criador de Astérix, e o veterano artista de manga japonês Leiji Matsumoto vão ser homenageados no 40.º Festival de BD de Angoulême, que abre no dia 31. 

A 40.ª edição do Festival Internacional de Banda Desenhada de Angoulême vai homenagear o desenhador Albert Uderzo numa grande retrospectiva – Uderzo in extenso –, que recordará o extenso percurso do co-criador de Astérix, hoje com 85 anos, a quem se devem, além do pequeno e irredutível gaulês, personagens como o índio Humpá-Pá ou os aviadores Tanguy e Laverdure.

 Albert Uderzo




O prestigiado festival francês – recebeu mais de 200 mil visitantes em 2012 – está disposto a não se deixar abater pela crise e, aos 40 anos, mostra-se em boa forma, propondo-se celebrar esta edição de aniversário com um programa forte, que inclui a presença de muitos dos mais relevantes autores actuais de BD, dos francófonos a artistas de outras paragens e línguas, como o veterano mangaka japonês Leiji Matsumoto, autor de Patrulha Estelar ou Galaxy Express 999, que festejará em Angoulême os seus 60 anos de carreira.

 Leiji Matsumoto



Pela primeira vez, o Grande Prémio do Festival será atribuído por um júri composto por todos os autores presentes, e que será presidido pelo vencedor do prémio de 2012, Jean-Claude Denis, criador de Luc Leroi, homenageado nesta edição com uma mostra de mais de 150 desenhos originais.

Núcleos importantes do programa deste ano serão a BD argelina, que recebeu um impulso renovador com a chamada “primavera árabe”, a exposição Mickey et Donald tout un art, que mostra o impacto que estes dois heróis de Walt Disney foram tendo, ao longo de décadas, no imaginário de um grande número de autores, ou a exposição Les Arcanes de Andreas, dedicada ao criador de Rork e Capricone, Andreas, um autor francófono nascido na antiga Alemanha Oriental.



Dos vários prémios do festival, os mais importantes são o Fauve d’Or, atribuído ao melhor álbum publicado durante o ano anterior, e o Grande Prémio do festival, que presta tributo a um autor pelo conjunto da sua obra. Nos 16 nomeados para o Grande Prémio de 2013 estão, entre outros, Pierre Christin, autor de Valerian, Hermann, o criador de Jeremiah, Manu Larcenet, cuja série Combat Ordinaire o consagrou como um dos grandes nomes da nova BD francesa, o influente autor de manga e realizador de animação Katsuhiro Otomo, a iraniana Marjane Satrapi, autora de Persépolis, cuja adaptação ao cinema recebeu uma nomeação para os Óscares, ou ainda o belga Van Hamme, autor de XIII e Largo Winch.


  


______________________________________________



 
Locations of visitors to this page