quarta-feira, 11 de abril de 2012

BDpress #334: PERSÉPOLIS FINALMENTE EDITADO EM PORTUGUÊS – Pedro Cleto no Jornal de Notícias

Jornal de Notícias, 5 de Abril

PERSÉPOLIS FINALMENTE 
EDITADO EM PORTUGUÊS

F. Cleto e Pina

Chega hoje às livrarias portuguesas “Persépolis”, um longo romance gráfico da autoria de Marjane Satrapi, editado em português pela Contraponto.

Considerada a primeira banda desenhada iraniana, foi originalmente editado em França, entre 2001 e 2003, tendo sido distinguido no Festival de BD de Angoulême com os troféus para autor revelação e melhor argumento e, mais tarde, nos EUA, com o Eisner para melhor romance gráfico e melhor obra estrangeira.

Narrativa autobiográfica, “Persépolis” está dividida em duas partes. A primeira, conta a adolescência de Satrapi, neta de um imperador do país, educada no seio de uma família de bom nível cultural e económico, entre 1978 e 1984, no Irão conturbado pela revolução que levou os fundamentalistas islâmicos ao poder e à restrição de muitas das liberdades individuais. Na segunda parte, encontramos a autora a viver na Áustria, entre os 14 e os 18 anos, e o seu regresso posterior ao Irão, sentindo-se, em ambos os casos, inadaptada e desajustada do local onde vivia.

Para além da sua experiência pessoal, marcada por todas as mudanças inerentes à passagem da adolescência à idade adulta e das muitas experiências traumáticas que enfrentou, “Persépolis”, desenhado a preto e branco num estilo naif mas muito funcional, traça também um panorama, não isento mas verídico, da realidade iraniana durante o período que a obra aborda.

Marjane Satrapi
Contraponto (Portugal, 5 de Abril de 2012)
150 x 235 mm, 352 p., pb, brochado
€ 19,90

Ler também em As leituras do Pedro e entrevista de Pedro Cleto com Marjane Satrapi




_______________________________________________________________

Imagens da responsabilidade do Kuentro

_______________________________________________________________



 
Locations of visitors to this page