quinta-feira, 26 de abril de 2012

BDpress #339: HISTÓRIA DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO PORTO EM BD



TRIPINHAS NA SANTA CASA 

A HISTÓRIA DA MISERICÓRDIA 
DO PORTO CHEGOU À BD


VISÃO – Sete, 12 Abril 2012

Miguel Carvalho

O padre Américo Aguiar, da diocese do Porto, teve a ideia. António Tavares, o mais novo provedor da história da Santa Casa da Misericórdia do Porto, apoiou. O jornalista Germano Silva escreveu. E o portuense Pedro Pires ilustrou. A memória de uma das mais antigas instituições da Invicta - 513anos de existência - já não está condenada a ser objeto de arquivos a cheirar a mofo e estudiosos encartados. Agora, em nacos de 125 anos cada, serão lançados até ao final do ano quatro volumes em banda desenhada com a história da Santa Casa. «Quando uma instituição como esta deixa de ser percebida e entendida, é mau sinal. Temos de chegar aos jovens», explica o vigário geral da diocese do Porto, que também batizou a personagem Tripinhas, guia e narrador da BD e para o qual estará reservado maior protagonismo num futuro próximo.

A receita é mais simples do que parece. «A linguagem fácil do Germano juntou-se um ilustrador de prestígio», explica António Tavares. «Depois, são distribuídos gratuitamente quase 12 mil exemplares pelas escolas do ensino básico do Porto e não faltam pedidos para comprar», adianta o provedor. O terceiro sairá antes do final do ano letivo e o quarto lá para novembro. Nessa altura, as crianças poderão levantar o último exemplar na própria sede da Misericórdia, na Rua das Flores, desde que apareçam com os três volumes anteriores. Será o pretexto para conhecerem os cantos da Santa Casa guiados por um Tripinhas... de carne e osso.



HISTÓRIA DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO PORTO
de Germano Silva e Pedro Pires
À venda na loja da Santa Casa da Misericórdia do Porto, Rua das Flores, 5 T. 22 207 4.
€ 5 (cada volume)




________________________________________________________________

Imagens de Central Comics

________________________________________________________________

 
Locations of visitors to this page