terça-feira, 27 de março de 2012

BDpress #330: A MAFALDA, DE QUINO, FEZ OU NÃO 50 ANOS?



DN 16 de Março de 2012

QUINO 'ESTRAGA' ANIVERSARIO DA MAFALDA

Mafalda fez 50 anos ... ou talvez não.

Mafalda recebeu ontem mensagens de parabéns pelo seu 50.º aniversário em blogues e jornais de todo o mundo. A festa parecia estar acorrer bem, até que o criador desta famosa personagem de banda desenhada decidiu fazer um esclarecimento que rebentou todos os balões. Afinal, de acordo com Quino, Mafalda não fez anos. "O dia da sua primeira publicação foi a 29 de setembro de 1964 na revista Primera Plana. Qualquer outro cálculo de aniversário é incorreto", escreveu o artista argentino no seu site Mas então, porquê as felicitações? A confusão está ligada a uma carta de apresentação, assinada por "Mafalda" e publicada em 1968 pelo semanário argentino Siete Dias, na qual a personagem afirma ter nascido a 15 de março de 1962. O problema é que a missiva foi escrita pelo secretário de redacção do jornal e não por Quino. A festa fica então adiada para 2014.

QUINO

Joaquin Lavado, Quino, é um artista argentino, filho de imigrantes espanhóis, que nasceu na província de Mendoza em 1932. Dedicou-se a Mafalda entre 1964 e em 1973, urna personagem muito importante para a sua carreira, mas que o deixava "extenuado". Em Portugal, o primeiro livro de Mafalda foi publicado em 1970.e a obra completa está reunida em O Mundo de Mafalda (2000). Em 1976, Quino foi viver para Milão com a mulher. Celebrou os seus 50 anos de carreira em 2004.

“ Na vida real, eu nasci a 15 de março de 1962. O meu papá é corretor de seguros e em casa entretém-se a tratar das plantas. A minha mãe é dona de casa. Conheceram-se quando estavam juntos a estudar na faculdade, mas depois ela desistiu para cuidar melhor de mim"

MAFALDA
Carta publicada no semanario argentino 'Siete Dias•. Em 1968

Filipe
O melhor amigo de Mafalda é o mais velho do grupo e, apesar de ser bom aluno, não frequenta a escola com grande entusiasmo. É muito preocupado e está apaixonado por Muriel, uma vizinha com quem não tem coragem de falar. Foi o primeiro amigo que Quino criou para Mafalda.

Manelito
Pode até não gostar muito da escola, mas, ao contrário de Mafalda, Manelito aprecia sopa, Filho de um comerciante, o seu objetivo de vida é ter uma cadeia de supermercados e ser tão rico como John Rockefeller. Detesta os Beatles tal como Quino, o seu criador, é filho de espanhóis.

Susanita
O único desejo de Susanita é casar-se com um homem rico e ter muitos filhos. Fútil e coscuvilheira, adora falar sobre a vida dos outros. Detesta ver pessoas pobres e, por isso, defende que estas deveriam esconder-se. Ainda assim, Susanita não se considera uma pessoa preconceituosa.

Liberdade
É uma menina pequenina, mas muito inteligente e crítica em relação ao mundo. Filha de pais de esquerda, está sempre a falar da revolução e costuma conversar com Mafalda sobre política. Liberdade, filha de uma tradutora de francês, gosta de cultura e vive num pequeno apartamento.

Pais
Raquel e o pai de Mafalda (de nome desconhecido) conheceram-se quando ainda andavam na faculdade. Ela, sempre preocupada, usa óculos por causa da miopia e deixou a universidade para cuidar filha. Ele é um trabalhador da classe média e enerva-se com as perguntas da filha.

Guilherme
Fã de Brigitte Bardot, Guilherme fala com uma linguagem infantil e chama "velha" à irmã, Mafalda.
Esperto, "Gui" é retratado como uma criança que começa a perceber o mundo e vai aprendendo a falar.
Gosta de sopa, algo que enoja a irmã, mas não de mortadela.

Miguelito
É filho único e a sua mãe nunca aparece, à exceção da sua voz autoritária, que de vez em quando aparece num balão.
Miguelito é utópico e inocente, mas por vezes explosivo.
Vive num mundo só dele e está sempre cheio de boas intenções. Gosta de filosofar e de rebuçados.


Quino

Quino e a estátua da Mafalda



___________________________________________________

Imagens da responsabilidade do Kuentro

___________________________________________________

 
Locations of visitors to this page