quinta-feira, 15 de março de 2012

NOVIDADES ASA MARÇO 2012



NOVIDADES ASA MARÇO 2012

MARÍA E EU

Colecção: María e Eu
Nº de págs: 64
Autores: Miguel Gallardo e María Gallardo
Edição: cartonada

2 de Abril – Dia Mundial da consciencialização do Autismo

Maria vive com a sua mãe, May, nas Canárias, a 3000km de Barcelona, onde vive Miguel Gallardo. Às vezes, Miguel e Maria vão juntos passar uma semana de férias a um resort na ilha Gran Canaria, um cenário pouco comum para receber entre os seus hóspedes um pai só com uma filha de catorze anos, que sofre de autismo.

Esta história é um relato original e cheio de humor, ironia e sinceridade sobre como se convive com uma deficiência e que, em 2010, serviu de guião a um documentário cinematográfico com o mesmo nome.

Esta obra valoriza de uma outra forma as pequenas vitórias de um universo muito especial, onde os sentimentos são expressos de modo espontâneo e cheios de ternura.

Miguel Gallardo

Estudou na escola de Artes e Ofícios de Barcelona. Comecou a sua carreira profissional como desenhador de BD e ilustrador. É o criador de « Makoki », um personagem muito popular na BD dos anos 80, em Espanha.

Colabora regularmente como ilustrador em diversos jornais e revistas, em Espanha e no estrangeiro.

Ganhou diversos prémios, entre eles, 2 prémios no Salón del Cómic, em Barcelona, 2 prémios no SND (Society of Newspaper Design), o prémio Serra D’or e o prémio de Jornalismo JUNCEDA.

Foi galardoado com o Prémio Nacional del Cómic em 2008, pela sua obra María e Eu, a qual serviu de guião para o documentário cinematógráfico com o mesmo nome.

____________________________________________

LUCKY LUKE – FINGERS

Colecção: Lucky Luke
Nº de págs: 48
Autores: Morris e Lo Hartog van Banda
Edição: cartonada

Fingers é um mágico que tem a mania de roubar.

Vai parar à prisão onde encontra os irmãos Dalton, acabando os cinco por fugir. Graças a Lucky Luke são capturados mas, por ordem do Governador, Fingers sai em liberdade e Lucky Luke passa a ter a árdua tarefa de vigiar os hábeis dedos do mágico…

É neste álbum publicado em França em 1983, que Lucky Luke troca pela primeira vez o seu cigarro por uma palhinha, o que lhe valeu o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), recebendo em 1988 em Genebra uma medalha, pelas jornadas mundiais sem tabaco.

MORRIS

Maurice de Bévère – que mais tarde adopta o pseudónimo de Morris - tirou um curso de animação por correspondência e aos 20 anos começa a trabalhar como colorista no CBA, um estúdio belga de desenhos animados. Mais tarde, depois do encerramento dos estúdios, colabora com Franquin, Will e Jijé, tendo sido designados como o “Bando dos Quatro”. Em 1945, Morris realiza, como desenhador, uma série de trabalhos para revistas belgas da especialidade. Um ano depois, cria uma das personagens mais conhecidas da banda desenhada mundial: "Lucky Luke". Depois de se ter mudado para os Estados Unidos onde viveu 6 anos, Morris regressa à Europa em 1955, para trabalhar com René Goscinny, que entretanto tinha conhecido. Esta colaboração manter-se-ia até 1977, o ano da morte do grande mestre da BD. A partir desta data colabora com diversos argumentistas, entre os quais se contam Vicq, De Groot, Xavier Fauche, Jean Léturgie e Vidal. Em 1987, assina a série "Rantanplan", que se viria a revelar outro grande sucesso. Sendo um dos raros autores que dedicou toda a sua obra a um só herói, Morris foi homenageado, em 1988, pela Organização Mundial de Saúde pela exemplar decisão de "Lucky Luke", que, em 1983, deixou de fumar. Já em 1992, no 20.º aniversário do Salão Internacional de BD de Angoulême, recebe o Grande Prémio Especial que traduz o reconhecimento unânime dos seus pares pelo magnífico trabalho que desenvolveu. Morris morre em Julho de 2001, deixando para a posteridade duas das personagens mais emblemáticas da BD mundial - "Lucky Luke" e "Rantanplan".

Lo Hartog van Banda

Lodewijk nasceu em Haia em Novembro de 1916 e morreu em Fevereiro de 2006.
Trabalhou para os Estúdios Toonder e mais tarde escreveu alguns argumentos de BD.
Trabalhou ainda para séries televisivas, essencialmente infantis e, em 1975 ganhou um prémio holandês, concedido a autores de BD e cartoonistas, como reconhecimento do seu trabalho como argumentista. Fora da Holanda é mais conhecido por ter escrito três histórias da série Lucky Luke: Fingers, Nitroglicerina e Caça aos Fantasmas.

____________________________________________

____________________________________________

 
Locations of visitors to this page