domingo, 2 de fevereiro de 2014

GAZETA DA BD #20 NA GAZETA DAS CALDAS

GAZETA DA BD #20 
NA GAZETA DAS CALDAS

Gazeta das Caldas 31 de Janeiro de 2014

PAULO MONTEIRO PREMIADO EM FRANÇA 
E FANZINE BDLP #3 
SELECCIONADO PARA PRÉMIO 
NO FESTIVAL DE ANGOULÊME


O amor infinito que te tenho e outras histórias (L’Amour Infini que j’ai pour toi), de Paulo Monteiro, foi premiado no passado sábado (18 de Janeiro de 2014) com o 'Prix Sheriff D'or 2013', atribuído pela livraria Esprit BD (de Clermont-Ferrand – no centro de França).

O livro de Paulo Monteiro havia sido editado em França, em Junho de 2013, pela editora Six Pieds Sous Terre e desde então tem recebido críticas favoráveis por parte dos media daquele país.

Recordemos que “L’Amour Infini que j’ai pour toi” foi também nomeado para o 'Prix Bulles De Cristal 2014', criado pela livraria Ange Bleu, a sul de Paris e o 'Prix Lycéen De La BD Midi-Pyrénées 2014', indicado pelos estudantes das escolas francesas da região dos Pirinéus.

Este primeiro livro de Paulo Monteiro, com edição original pela Polvo em Outubro de 2010, foi considerado Melhor Álbum Português pelo Festival AmadoraBD em 2011 e além da edição francesa, tendo sido editado na Polónia, Reino Unido e Espanha – prevendo-se a edição brasileira para este ano – e poderá mesmo, segundo o jornal Público, vir a ser editado na... Coreia do Norte (?). Paulo Monteiro, que estará presente no Festival de Angoulême neste fim-de-semana como autor convidado, junta-se ao pequeno grupo de autores portugueses de Banda Desenhada editados internacionalmente, Eduardo Teixeira Coelho, José Ruy e José Carlos Fernandes.

Paulo Monteiro, director da Bedeteca de Beja e do Festival de BD da mesma cidade – ver a Gazeta da BD nº 8 de 5 de Julho de 2013 – está já a trabalhar no seu segundo livro que ainda não tem título. Será uma obra de 150 páginas e fala de “um homem que perde o pouco que tem face a uma paixão não recíproca”. O lançamento está previsto para 2015.
_____________________________________________


 

O fanzine BDLP #3 foi seleccionado para o “prix de la bd alternative 2014” do 41º Festival International de la Bande Dessinée d’Angoulême 2014, que começou ontem, dia 30 e decorre até domingo, dia 2 de Fevereiro.

O BDLP é uma revista amadora (um fanzine, portanto), que teve a sua génese no 7º Festival Internacional de Banda Desenhada e Animação de Luanda, que decorreu em Agosto de 2010 e em que o autor português João Mascarenhas foi um dos convidados internacionais. Aquele Festival é organizado pelo Olindomar Estúdio de Luanda, dos irmãos Lindomar de Sousa e Olímpio de Sousa, com patrocínio da delegação de Luanda do Instituto Camões. Na sequência dessa edição do Festival de Luanda os dois irmãos estiveram presentes no Festival da Amadora desse ano, nascendo então o projecto do fanzine BDLP (Banda Desenhada de Língua Portuguesa). A publicação junta autores da chamada Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e já editou três números anuais, com o primeiro a ser publicado em 2011.

Trata-se de uma publicação de pequeno formato com 15 x 21 cm (A5), com cerca de 70 páginas. A edição está a cargo do Grupo Extractus (Portugal) e Olindomar Estúdio (Angola).

Nas três edições do BDLP participaram os portugueses Joana Afonso, Álvaro, Rita Vilela, João Mascarenhas, Andreia Rechena, Paulo Monteiro, Inês Freitas, Miguel Mendes, Ana Saúde, Carlos Rocha, Marta Patalão, Rita Vilela; os brasileiros Marcelo D’Salete, Wander Antunes, Alexandre Soares, André Barroso e Fábio Moon; o cabo-verdeano Sai Rodrigues; o moçambicano Zorito Chiwanga; os angolanos Júlio Pinto, Bocolo Daniel, Hermenegildo Pimentel, Nelo Tumbula, Altino Chindele, Carnott Júnior, Olímpio de Sousa e Lindomar de Sousa.

O Festival de Angoulême pode ser acompanhado através deste link: http://www.bdangouleme.com/

Pranchas da história “O Herói”, 
com argumento de Rita Vilela (Portugal) e desenho de Nelo Tumbula (Angola) – BDLP #3

__________________________________________________________

 
Locations of visitors to this page